Tópicos

-Diferenças entre fotografia documental e fotojornalismo (a pauta jornalística e a reportagem autoral)
– Como construir uma historia de A a Z: a ideia, a pesquisa, o planejamento, orçamento, apoio financeiro e execução no campo.
– O que fazer em campo quando os fatos não ocorrem como o planejado.
– Como lidar com as diferenças culturais, os perigos e, acima de tudo, como acessar lugares, pessoas e situações desejadas.
– Questões éticas ao fotografar pessoas em situações delicadas.
– Quais os limites da liberdade da imprensa e da ética em documentar a realidade.
– Projetos pessoais x histórias vendáveis
– A técnica fotográfica da reportagem. (fotografar em movimento, a noite, opções de lentes e câmera)
– Como e para quem vender o produto fotográfico realizado.
– Utilizar o vídeo como ferramenta complementar da fotografia.

O que trazer

Trabalhos em andamento, em qualquer fase, para discutirmos coletivamente (não é obrigatório).

Infos

Workshop [12 horas]
Dias 12 e 13 de março
10:00 às 17 [sábado e domingo]
2x R$ 290,00

Descrição

O encontro será focado no processo de construção prática de uma reportagem fotográfica (seja fotojornalismo ou autoral). A elaboração inicial, a criação dos contatos, a execução em campo e a fase da edição e pós-produção do material.

Tudo isso através uma breve introdução teórica e muita prática com trabalhos e avaliação dos ensaios realizados pelos participantes.

O fotógrafo mostrará alguns trabalhos produzidos no Brasil, e explicará, passo a passo, como construiu as reportagens, revelando os bastidores de vários projetos inclusive a reportagem premiada pela National Geographic Itália.

Foto: Antonello Veneri

Inscrição

Antonello Veneri

O italiano Antonello Veneri, nascido em 1973, mora no Brasil desde 2009. Formado em Literatura Italiana e Historia, foi jornalista e editor chefe da revista Questo Trentino (1999-2009). Desde 2009 fotografa para veículos e revistas brasileiras e estrangeiras (National Geographic, La Repubblica, Il Corriere della Sera, Folha de São Paulo, Vice, Carta Capital, Yorokobu, etc). .Suas imagens já foram publicadas em inúmeros livros, jornais e revistas do mundo. Colabora com a Agencia Coofiav e com o Ministério da Saúde do Brasil (Fiocruz). Desenvolve projetos de documentação social narrando através de suas imagens as histórias e o cotidiano da periferia e dos invisíveis das principais cidades brasileiras.

Em 2014  ganhou o prêmio de melhor reportagem da National Geographic  Itália com um trabalho sobre Salvador da Bahia.

Em 2016 ganha o Premio Persio Galembeck e foi escolhido pelo Lensculture Street Photography entre os melhores trabalhos do ano.

Além da atividade de fotógrafo ele ministra workshop e palestras nas melhores escolas de fotografia(CEI Madalena, Alma Galeria) e nas principais universidades brasileiras( UFRJ, FMU, UFBA, UFC, etc…).

Compartilhe isso: