Tópicos

* Pensar a edição de um ensaio fotográfico para uma mostra ou publicação;
* Implicações e visões do trabalho em suportes e mídias diversas;
* Como projetar uma edição e qual o formato adequado?;
* Como proceder para preparar os arquivos e a catalogação das informações.

O que trazer

Ensaio com no mínimo 20 fotos impressas.

Infos

Envie o formulário de inscrição para ser avisado sobre próximas turmas

Workshop [12 horas]
10h às 17h
2x R$ 270,00

Descrição

Editar o trabalho para um projeto específico de exposição requer conhecimento dos suportes a serem utilizados e da fruição do público. O workshop Do plano das ideias para o espaço pretende dar condições para a elaboração e planejamento de projetos expográficos, planos para mostras e impressos de formatos diversos.

Foto: Beatriz Matuck

Inscrição

Rosely Nakagawa

É arquiteta graduada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP/SP, com especialização em Museologia (USP) e em Semiótica da Comunicação (PUC/SP). Sócia-fundadora das edições João Pereira (1974), curadora fundadora da galeria Fotoptica de 1979 até 1986, foi curadora da Casa da Fotografia Fuji de 1997 a 2004 e das galerias FNAC de 2004 a 2009. Atua como curadora independente. Realizou exposições em capitais brasileiras, como Panorama da Fotografia Paraense, na Casa das Onze Janelas, em Belém do Pará; no Memorial da Cultura Cearense, de onde é membro do Conselho. Em São Paulo atua nos espaços culturais da Caixa Cultural, MASP, Pinacoteca do Estado, Centro Cultural Vergueiro, Cinemateca Brasileira, Itaú Cultural, Fundação Bienal, entre outras galerias particulares.

No exterior foi curadora de mostras de fotografia contemporânea no PS1 Moma Long Island, Gugguenheim Soho e no Centro de Cultura Brasil EUA, em Washignton nos Estados Unidos. No Japão realizou a mostra MixSíntese de nipo-brasileiros no Centro Metropolitano de Fotografia Contemporânea, em Nagoya. Na Europa realizou mostras no Centro Regional de Fotografia em Douchy les Mines, França, em 2004; Festival de Arles, França, em 2006; e, em Portugal, no Museu de Estremoz, em 2010. Em 2011 realizou, em cocuradoria com Guy Veloso, a mostra Extremos, na Europalia, em Bruxelas. Na América Latina organizou mostras e palestras em Buenos Aires, Argentina (1998) e México (Centro de La Imagen 1996 e 2011).

Tem participado de encontros e semanas de fotografia pela Funarte desde 1985, no Brasil e exterior, e editado livros de fotografia em parceria com as editoras Tempo d’Imagem, Cosac Naif, DBA e Terceiro Nome. Entre os títulos publicados estão Thomaz Farkas Fotógrafo (DBA); Thomaz Farkas: Notas de Viagem (Cosac Naif); Encontros com a Fotografia (FNAC e Tempo d’ Imagem); Luis Humberto: Do Lado de Fora da Minha Janela, do Lado de Dentro da Minha Porta (Tempo d’Imagem), Júlio Santos: Mestre da Fotopintura (Tempo d’ Imagem e Funarte); Benedito Duarte (Cosac Naif); e De sol a sol – O Japão que nasce no Brasil
(Editora Terceiro Nome).

Compartilhe isso: