Tópicos

 Apresentação do curso e metodologia. Contextualização da fotografia encenada, com análise de exemplos de obras de artistas que trabalharam esse gênero da fotografia ao longo do tempo. Noções gerais de encenação teatral, da arte rupestre aos encenadores contemporâneos. Introdução à prática fotográfica e iluminação. 
  História da fotografia. Pratica fotográfica e noções de tratamento digital de imagem (colagem, fusão, layers). Apresentação de obras Pina Bausch e Bob Wilson. Exploração de recursos técnicos destes artistas para desenvolver o espaço cênico, o discurso cênico, os elementos narrativos e plásticos da cena.
 Treinamento corporal, com objetivo de potencializar a presença, a expressividade envolvendo corpo. Os procedimentos utilizados são exercícios e práticas que tem sido experimentadas por artistas que buscam borrar as fronteiras entre as linguagens. Noções de composição e enquadramento aplicadas à fotografia encenada.
Prática de autoretrato, representação do real, mimesis. A fotografia em branco e preto, e as diversas maneiras de otimizar a transformação a partir de imagens coloridas. Tratamento final das imagens produzidas durante o curso, técnicas de armazenamento e apresentação de imagens digitais. Avaliação dos trabalhos finais produzidos pelo grupo.

O que trazer

Maquina, que pode ser de celular com câmera a equipamento profissional, inclusive filme e se possível, computador com Photoshop.

Infos

Workshop [ 15 horas]
Dias 17, 18 e 19 de junho
19:00 às 22:00 [sexta-feira]
10:00 às 16:00 [sábado e domingo]
2x R$ 290,00

Descrição

Este curso oferece  conteúdos que relacionam a Fotografia e a Performance por meio exercícios práticos e reflexões teóricas. O objetivo do curso é dar subsídios aos participantes para que, imersos em processos criativos, possam compor narrativas expressivas da sua singularidade.

A operação fotográfica e toda sua especificidade servirá como plataforma para a composição dessas narrativas, mediando a interação entre o real e o imaginário, o consciente e o inconsciente, o prosaico e o poético.

A partir da apresentação histórica, tanto do gênero Fotografia Encenada, como da evolução da técnica teatral e Performance, serão realizados experimentos variados sobre o espaço e a expressão cênica como elementos essenciais de uma gramática visual.

O curso fornecerá uma ampla gama de noções sobre a sintaxe fotográfica afim de que o aluno tenha condições de representar as encenações de suas narrativas por meio de imagens fotográficas.

foto: Os Trinta Valérios (1901) – Valério Vieira

Inscrição

Bruno Schultze

É artista visual, mestre em Poéticas Visuais pela Universidade de São Paulo (ECA-USP) e docente de graduação e pós-graduação no campo da imagem em universidades brasileiras. Utiliza-se da fotografia e do vídeo como formas de expressão e seu trabalho artístico foca a relação entre o homem e seu meio. Suas obras foram expostas no Brasil (MAC –SP, Centro Cultural Dragão do Mar – Fortaleza), na Alemanha e na França. sua última exposição foi realizada no Paço Imperial do Rio de Janeiro, como parte do edital Prêmio Arte-Patrimônio do IPHAN/MinC em 2014. Ministra o curso de Fotografia Encenada em instituições como USP e UNIP e na forma de workshops para organizações assistenciais no Estado de São Paulo. É pesquisador ativo no Grupo de Pesquisa de Impressão e no Grupo de Pesquisa Poéticas da Multiplicidade na USP. Realiza atualmente pesquisa de doutorado em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da ECA-USP.

Compartilhe isso: