Tópicos

O que trazer

Infos

Curso [4 encontros]
AGUARDE -Data a ser confirmada
as quartas-feiras das 19h às 22h
2x R$ 290,00

Descrição

No momento em que a palavra Curador se transmuta para o mundo do varejo exterior e perde força na sua ideia inicial passando quase a ser uma fatura chinesa, a reflexão sobre todo o processo curatorial – que poderá atravessar uma vida inteira –  se faz necessária num país, o Brasil, que tem na criação a sua expressão mais profunda e que agoniza por todos os lados: dentro e fora. Os quatro encontros proposto pelo escritor, curador de fotografia e editor Diógenes Moura segue esse limite agonizante: se aqui estamos, como olhar a criação do outro? Se a temos em nossas mãos, como e de que forma traduzi-la para que o trabalho não passe a ser apenas mais uma exposição, mais um livro, com todo o processo de pesquisa e revelação resultando em mais uma palestra depois de mais uma abertura onde todos sorriem imaginando que tudo está compreendido e nada mais além? Voltamos para casa e no dia seguinte tudo praticamente será esquecido na sociedade dos eventos, a palavra mais tenebrosa e perversa instituída na última década.

Fotografia, literatura, criação, loucura, voragem e a busca de algo mais definitivo é a proposta para os quatro encontros.

Foto: Aristides Alves

Inscrição

Diógenes Moura

Nasceu na Rua do Lima, em Recife, Pernambuco. Escritor, jornalista, roteirista, editor e curador de fotografia foi eleito o Melhor Curador de Fotografia do Brasil pelo Sixpix/Fotosite, em 2009. No ano seguinte recebeu o prêmio APCA – Associação Paulista dos Críticos de Arte de melhor livro de contos/crônicas com Ficção Interrompida – Uma Caixa de Curtas (Ateliê Editorial). Com o mesmo título foi finalista do Premio Jabuti de Literatura 2011. Em 2012 foi curador de mostras importantes como Andy Warhol – Superfície (Museu da Imagem e do Som São Paulo), Interior Profundo – Mestre Júlio Santos (Pinacoteca do Estado de São Paulo), Dos Filhos Desse Solo? exposição que representou o Brasil no PHOTOIMAGEM 2012, na República Dominicana (MAM – Santo Domingo) e O Mais Parecido Possível – O Retrato (Pinacoteca do Estado de São Paulo). Em 2013 realizou a curadoria/edição da mostra Busca-me, de Boris Kossoy. Atualmente trabalha no projeto para a mostra Butterflies and Zebras, de Mario Cravo Neto, que será realizada entre julho/novembro na Estação Pinacoteca. Autor e curador de olhar silencioso, não possui nenhuma expectativa em relação ao futuro da humanidade, mesmo assim finaliza o livro de crônicas fotográficas Fulana Despedaçou os Versos e a novela A Placa Mãe, com publicação prevista para o segundo semestre de 2013. Só entende fotografia vendo-a como literatura.

Foto: Monica Vendramini

Compartilhe isso: