Tópicos

  • Apresentação do programa do workshop
  • Leitura coletiva de texto introdutório
  • Exercício de escrita: qual é meu projeto?
  • Apresentação voluntária de projetos e discussão
  • Apresentação da proposta de mapa de projeto
  • Exercício: montagem de mapa de projeto individual
  • Apresentação voluntária de projetos e discussão
  • Apresentação e discussão de referências temáticas e estéticas relacionadas aos projetos apresentados
  • Exercício: complementação dos mapas de projeto individuais
  • Apresentação e discussão de diferentes estratégias para o desenvolvimento dos trabalhos
  • Exercício de reescrita: qual é o meu projeto? com quem ele dialoga? para onde vai?
  • Apresentação voluntária de projetos e discussão
  • Avaliação da oficina

O que trazer

Os participantes devem trazer seus projetos no estágio de desenvolvimento em que estão, seja como ideias preliminares ou como portfolios já desenvolvidos. Podem ser trazidas cópias impressas e/ou apresentações digitais.

Infos

Workshop [15h]
20, 21 e 22 de maio
19h às 22h [sexta-feira]
10h às 17h [sábado e domingo]
2x R$ 325,00

Descrição

Neste workshop trabalharemos sobre projetos trazidos pelos participantes, em qualquer estágio de desenvolvimento. O objetivo é mapear possíveis estratégias e caminhos para os projetos, além de situá-los em “famílias narrativas” – referências estéticas, históricas e temáticas que servirão como balizas para o seu desenvolvimento.  Os participantes serão instigados a responder perguntas básicas: qual é o meu projeto? com quem ele dialoga? para onde vai? A partir daí, pensaremos conjuntamente em estratégias e formas de explorar múltiplas narrativas e possibilidades de apresentação.

Inscrição

Garapa

Garapa é um espaço de criação coletiva dedicado a pensar e produzir narrativas documentais, integrando distintas linguagens e plataformas. Desenvolve trabalhos que exploram as fronteiras entre o documental e a ficção, a fotografia, o vídeo e a literatura. O coletivo tem reconhecida produção independente, merecendo destaque os trabalhos “Morar”, vencedor do III Prêmio Diário Contemporâneo de Fotografia (2012), “Calma”, exibido na I FotobienalMASP (2013) e “A Margem”, exibido no Centro Cultural São Paulo (2013). Em 2014, foi contemplado pela segunda edição da Bolsa de Fotografia ZUM / IMS, com o projeto “Postais para Charles Lynch”. Fundado em 2008, é composto hoje por Paulo Fehlauer e Rodrigo Marcondes.

Site: http://garapa.org

Paulo Fehlauer  – Fotógrafo, jornalista e produtor multimídia, desde 2006 vem pesquisando e realizando projetos relacionados às narrativas online. Graduado pela ECA-USP, foi repórter fotográfico freelance no jornal Folha de S. Paulo e Revista Época, entre outros. Estudou e trabalhou no International Center of Photography, em NY.

Rodrigo Marcondes – Fotógrafo, jornalista e produtor multimídia focado em narrativas documentais. Colaborou com diversos veículos de comunicação brasileiros, como o jornal Folha de S. Paulo, Editora Trip e outros. Viveu na Inglaterra e na Itália, onde trabalhou como fotógrafo freelance e aprofundou sua educação nas Artes Visuais. Em 2012, concluiu o Master of Documentary Photography, da Universidade AKV St. Joost, na Holanda.

Compartilhe isso: