Tópicos

O que trazer

– títulos que os participantes gostaram e compraram na Feira Urca ou em qualquer outro lugar para lerem/ desconstruírem juntos durante as aulas.

Infos

Workshop [14 horas]
Dias 01, 03 e 04 de julho
18:00 às 22:00 [sexta e segunda-feira]
10:00 às 17:00 [domingo]
2x R$ 145,00

As aulas acontecem no endereço:
Villa Sophia
Rua Áurea, 107
Santa Teresa
Rio de Janeiro-RJ

Descrição

Como falar sobre um livro de fotografias? Quais os parâmetros para ler e interpretar sequências de imagens? Como cada aspecto de uma obra impressa – o formato, o papel, a edição das fotos, o preço – influencia nos significados e na experiência do livro? Entender melhor o papel de cada uma dessas escolhas no produto final permite não apenas aprofundar nossa habilidade de navegar no universo das imagens, mas nos capacita a ser melhores produtores.

O workshop Desconstruindo Fotolivros, de Rony Maltz e Walter Costa, propõe uma viagem “do centro à periferia, da cidade ao mato”, traçando uma genealogia criativa entre algumas das principais obras do país em todos os tempos. Por meio da análise aprofundada de obras clássicas e contemporâneas da fotografia brasileira, o objetivo do WS é expandir nossa compreensão de cada uma das etapas de produção de um fotolivro.

O universo de livros analisados inclui Centro, de Felipe Russo, Cabanagem, de André Penteado, Gente x Mato, de Pedro Martinelli, Entre Morros, de Claudia Jaguaribe, Paranoia, de Roberto Piva e Wesley Duke Lee, entre outros.

A partir do acesso ao processo criativo desses autores, vamos desconstruir as etapas de produção dos fotolivros, da mesa de edição às prateleiras, passando pelas escolhas conceituais e condições práticas de realização e distribuição. Também vamos contextualiza-los na produção de fotolivros no mundo inteiro, mapeando influências e os relacionando a períodos históricos, movimentos artísticos e outras obras icônicas.

Em exercícios práticos com ênfase no processo de edição, os participantes vão criar trabalhos inéditos a partir do material bruto de alguns dos próprios livros analisados. A decupagem e o exercício de apropriação visam expor a estrutura dos fotolivros e refletir sobre os efeitos de escolhas estéticas na obra final, além de compreender essas escolhas dentro de um contexto de mercado.

Os professores vão trazer novas referências e repercutir os debates do Fórum Latino-Americano de Fotografia de São Paulo, em Junho, e destacar livros e zines pinçados da feira URCA, no dia 2 de Julho. O objetivo é se aproximar das novas produções/produtores, identificar tendências no pensamento contemporâneo sobre fotolivros e falar da questão da distribuição a partir de eventos recentes e relevantes do meio.

Foto: Guillermo Giansanti

Inscrição

Rony Maltz e Walter Costa

Rony Maltz é artista visual e Mestre em Fotografia pelo ICP-Bard College (NY). Faz livros de fotografia e projetos multimídia em que explora as convenções do estilo documental e as fronteiras entre texto e imagem. Seu trabalho foi exibido, recentemente, no DUMBO Arts Festival, International Center of Photography e MoMA P.S.1, em Nova York; e no Centro Cultural dos Correios e Centro Cultural Justiça Federal, no Rio de Janeiro. Produtor da Feira URCA de Fotolivros e curador da exposição Livros Possíveis, no Ateliê da Imagem (RJ), onde leciona sobre arte impressa. Toca a Abrasiva Produções e fundou, em 2016, a micro-editora {Lp} press.

O italiano Walter Costa adentrou o universo da fotografia em 2009 na Blank Paper Escuela em Madrid. Depois de concluir o Master em Fotografia Documental, voltou seus interesses especificamente para o fotolivro e as narrativas visuais. Pesquisador professor e editor independente, é fundador do Trama, grupo de discussão sobre livros de fotografia em São Paulo que se reúne em eventos e festivais, ocupando-se de reflexão e difusão do meio no contexto Latinoamericano.

Compartilhe isso: