Tópicos

A saída será na sexta-feira 12 do Madalena CEI. Já em Santos, das 19h às 22h o grupo terá uma experiência teórica no Museu do Pelé – uma preparação reflexiva para a produção fotográfica do dia seguinte.

No sábado, das 10h às 18h, irão percorrer as áreas do Porto de Santos. Com uma embarcação autorizada e contratada pela CODESP e guiados pelos professores Cadu Lemos e Ricardo Rojas da mObgraphia Cultura Visual. Suas dimensões, seus ângulos, suas cores, sua magnitude, tudo será explorado para a produção do ensaio.

No domingo, das 10h às 17h os alunos irão editar o material produzido no dia anterior. Construir narrativas, criar histórias, aprender a curar o próprio ensaio.

O que trazer

Equipamento fotográfico.

Infos

Workshop [16h]
Dias 19, 20 e 21 de agosto
Saída de van de São Paulo para Santos/Hotel do Madalenacei às 15h [sexta-feira]
Aula das 19h às 22h [sexta-feira]
Café da manhã no hotel às 9h e após saída fotográfica das 10h às 18h [sábado]
Café da manhã no hotel às 9h e após aula de edição das imagens 10h às 17h [domingo]
saída às 18h de van de Santos/Hotel para São Paulo [domingo]

Valor para acomodação em quarto duplo:
3x R$ 446,00 a primeira por depósito e as demais dinheiro, cheque ou cartão

Valor para acomodação em individual:
3x R$ 499,00 a primeira por depósito e as demais dinheiro, cheque ou cartão de crédito ou débito.

Valor para quem já tem acomodação em Santos com o café da manhã no hotel para início do curso :
3x R$ 310,00 a primeira por depósito e as demais dinheiro, cheque ou cartão de crédito ou débito.

 

Descrição

04 saídas fotográficas ao longo de 04 meses pelo Porto de Santos

O cenário é o maior Porto da América Latina, localizado em Santos-SP.

O transporte é uma embarcação privada da Cia Docas do Estado de São Paulo. O objetivo é conceber, produzir e editar um ensaio fotográfico durante um fim de semana imersivo e exclusivo no Porto de Santos.

O novo workshop do Madalena CEI que faz parte do Projeto Valongo é um programa imperdível e único para os amantes da fotografia. Serão 05 saídas fotográficas com 05 renomados fotógrafos, para um seleto grupo de alunos durante os meses de agosto, setembro, outubro, novembro e dezembro. Os participantes poderão se inscrever em todas as saídas ou as que puderem/ tiverem interesse.

O primeiro fim de semana imersivo será com o  Cadu Lemos e Ricardo Rojas da mObgraphia Cultura Visual.

O programa faz parte do projeto de fomento à cultura ao bairro Valongo em Santos, local que sediará o Valongo Festival em outubro.

Os ensaios produzidos em agosto e setembro nos workshops terão a hashtag #portodevistavalongo e poderão ser expostos durante o Festival.

Inscrição

Cadu Lemos e Ricardo Rojas | mObgraphia Cultura Visual

O Brasil de hoje possui mais aparelhos celulares do que habitantes, ou seja, estes dispositivos móveis se tornaram a maior febre mundial desde a invenção da internet. Os celulares inteligentes são o visor da nossa vida digital e cada vez mais incorporados aos nossos håbitos mais cotidianos.

Atentos ao potencial infinito dessa revolução, os fotógrafos Cadu Lemos e Ricardo Rojas chegaram ao conceito mObgraphia, ideia cujo mote e objetivo é estabelecer-se como movimento artístico e abarcar toda a produção imagética feita através de dispositivos móveis. Além de exaltar e incentivar a criatividade dos usuários de redes sociais, o movimento também tem um caráter comunicacional funcionando como elo entre estes milhões de “novos fotógrafos” através de festivais e workshops.

A Mobgraphia Cultura Visual é um movimento com intenção de desenvolver esse olhar rumo à arte da fotografia nas imagens produzidas e trabalhadas nestes aparelhos (mobgrafias), onde adquirem poder inédito de compartilhamento e difusão, além das possibilidades engajadoras e impactantes que passam a assumir. Smartphones são práticos e fáceis de transportar, assim, são um estímulo à criatividade visual a toda hora e a qualquer momento. Os aplicativos disponíveis nas lojas virtuais são combustíveis adicionais que permitem que a criatividade sobre a imagem role solta. Por meio do uso de filtros, recortes e montagens, democráticas e de uso bastante amigável, é possível recriar fotografias e até mesmo dar a elas conotações distintas da original, permitindo toda uma nova maneira de criar e expressar arte..

Com um trabalho já consolidado, dois Festivais e Prêmios Nacionais no MIS – Museu da Imagem e do Som, um festival internacional de filmes de celular, vários prêmios, cursos, workshops e exposições realizadas, dois livros publicados e parcerias com grandes empresas, a mObgraphia Cultura Visual se estabelece como referência na America Latina, buscando sempre oportunidades de divulgar e agregar a arte da nova geração. Em junho e julho, novamente no MIS, acontece o 1º Festival Latino Americano de Mobgrafia e a terceira edição nacional do Prêmio de Mobgrafia.

Saiba mais sobre a mObgrafia AQUI

Compartilhe isso: