Tópicos

  • A fotografia além de suas fronteiras.
  • Arqueologias pessoais em busca de um discurso universal.
  • A “invenção” de imagens em detrimento do mero registro.
  • Ritmo, direção e edição

O que trazer

Trabalhos em andamento, em qualquer fase, para discutirmos coletivamente. Não é obrigatório.

Infos

Workshop [ 7 horas]
Dia 30 de janeiro de 2016
10:00 às 17 [sábado]
2x R$ 240,00

Descrição

Neste workshop o participante se encontra com os caminhos de um autor da geração fotolivro. Gilvan Barreto conduz os participantes pelos meandros de uma fotografia que se identifica com o processo criativo do cinema. Parte de uma pré-produção, para conceber imagens pensadas, reinventando arquivos. Realiza-se na edição, quando as imagens singulares formam elos entre si. Para Gilvan, o momento do clique é ato burocrático de um trabalho pensado em roteiro e projetado na edição.

Foto:Gilvan Barreto

Inscrição

Gilvan Barreto

Gilvan Barreto é pernambucano e reside no Rio de Janeiro há dez anos. Seu trabalho foca em questões políticas e sociais. Sua fotografia é influenciada pelo cinema e literatura. Em 2014, venceu o Prêmio Brasil de Fotografia, Prêmio Marc Ferraz  Prêmio Conrado Wessel de Arte e foi selecionado no Rumos – do Itaú Cultural. Publicou Sobremarinhos (independente, 2015), O Livro do Sol (Tempo D’Imagem 2013) e Moscouzinho (Tempo D’Imagem, 2012). Além de ser organizador e coautor do livro-cd Orquestra Pernambucana de Fotografia.

Foto: Osvaldo Santos Lima

Compartilhe isso: